Porto Velho (RO)20 de Julho de 202415:31:09
EDIÇÃO IMPRESSA
BRASIL

Coluna Esplanada

Confira a coluna


Imagem de Capa

Leandro Mazzini

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

Só circuito NY-Paris...

O Governo da Ucrânia tem feito verdadeira ofensiva para que a missão parlamentar do Congresso do Brasil viaje para a capital Kiev em meio à guerra com a Rússia -presidentes e congressistas já fizeram isso sem qualquer risco. Lucas Redecker (PSD-RS), presidente da Comissão de Relações Exteriores da Casa, esteve duas vezes com o embaixador e recebeu a vice-ministra das Relações Exteriores; O deputado General Girão (PL-RN) outras duas vezes com padres e pais de ucranianos mortos; É de Alfredo Gaspar (União-AL) o requerimento para levar os deputados ao país, com vários convites formulados para diferentes deputados, inclusive para o presidente Arthur Lira. Mas a turma só quer saber de compromissos no circuito Nova York-Londres-Paris. Eles teriam de encarar um voo até a Polônia e depois 753 km de Cracóvia até Kiev, uma viagem de 18 horas, com várias paradas para checagens policiais.

Coringa de Kassab

O presidente Lula da Silva foi informado pelos seus operadores políticos de que Guilherme Campos (PSD), braço-direito de Gilberto Kassab, é o indicado para substituir o atabalhoado Neri Geller na Secretaria de Políticas Agrícolas do MAPA. Mas há quem aponte telhado de vidro do coringa de Kassab.

Os americanos

A presidente do Banco do Brasil, Tarciana Medeiros, está com dias contados. Alguns padrinhos como o fundo americano BlackRock e a primeira-dama Janja a seguram. Até os sindicatos que a avalizaram têm mostrado insatisfações. Eles reclamam da falta de atenção na agenda. A tentativa de seu aumento de salário para R$ 150 mil pegou mal.

Queiroz x polarização

As pré-campanhas no Rio de Janeiro já estão nas ruas. Enquanto o clã Bolsonaro trabalha pelo delegado Ramagem (PL) atrás de um vice (não se descarta mulher ligada às comunidades carentes), o prefeito Eduardo Paes (PSD) lança mão do amigo deputado Pedro Paulo para potencial vice. Balão de ensaio, ele quer o PT. E o nome do Progressistas, o deputado Marcelo Queiroz, vai fugir da polarização esquerda-direita.

Prodígios da internet

Uma onda "internética" toma conta do mundo político-eleitoral. Com ascensão de garotos "influencers". No Brasil, Nikolas Ferreira (PL), 28 anos, foi o deputado federal mais votado do País. Com apenas 23 anos, o deputado federal Amom Mandel (Cidadania) é o preferido, hoje, para prefeito de Manaus. E Jordan Bardallo (direita conservadora), 28, pode se tornar um inacreditável Primeiro-ministro da França.

Adeus, verde...

Causa estranheza em Brasília o silêncio ensurdecedor do Ministério Público do DF e Territórios sobre a desconfiguração do Plano original da capital envolta no eufemismo chamado de Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília. O GDF e a Câmara Legislativa ainda entregaram para a Terracap (estatal que vende áreas públicas) todos os terrenos verdes das entrequadras nas Asas Sul e Norte.












Leandro Mazzini


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Últimas notícias de BRASIL