Porto Velho (RO)20 de Julho de 202416:09:08
EDIÇÃO IMPRESSA
ROND�NIA

Conheça o PROJETO SALUS, uma ação de atendimento à comunidade que já está em sua Terceira Edição e será realizada em Buritis





Abril de 2024.

A 3ª Edição do Projeto Salus – Atendimento Clínico na Comunidade, é uma iniciativa do Centro Universitário Aparício Carvalho-FIMCA, com apoio do CIMERO e CREMERO E coordenado por uma equipe docente e discente do Curso de Medicina, ocorrerá nos dias 27 e 28 de abril, na cidade de Buritis, em parceria com a prefeitura local e uma rede de colaboradores, tanto da cidade de origem da instituição a qual o projeto está vinculado, quanto da cidade que sediará o evento. Para essa nova edição, o projeto conta com a colaboração dos cursos de Biomedicina, Farmácia, Direito, Psicologia e Odontologia, que junto com os cursos de Medicina da FIMCA e Metropolitana, levarão uma assistência em saúde de qualidade e integrada para o paciente, como forma de agregar no sistema público de saúde local, bem como proporcionar vivência prática para os acadêmicos envolvidos. Há previsão de atendimento de aproximadamente 600 serviços em saúde à população de Buritis.

Nessa oportunidade, serão ofertados atendimentos nas áreas de Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Cirurgia Geral, Endocrinologia, Otorrinolaringologia, Cabeça e Pescoço, Cirurgia Vascular, Ultrassonografia, Ortopedia, Psiquiatria e Pediatria, além de exames laboratoriais, dispensação de medicamentos, atendimento odontológico e até mesmo apoio jurídico. A equipe irá atuar por área, de acordo com os conhecimentos obtidos no decorrer do curso, e pretende atingir um público expressivo da população. Ao final do evento, toda equipe reunida fará uma análise diagnóstica da realidade local, bem como dos atendimentos ofertados, aliados a uma discussão de caso que proporcionará um vasto aprendizado, baseado na vivência prática.

A professora Alcione Oliveira, coordenadora do projeto, fala sobre as expectativas com os atendimentos em outro município: “O projeto ocorre de forma itinerante atendendo a outros municípios do Estado, assim, temos o objetivo de firmar o projeto na região bem como promover saúde integralizada à população”.

O público-alvo são pessoas de ambos os sexos, com faixa etária entre 0 e 70 anos, que tenham Cartão Nacional de Saúde (CNS), residentes do município atendido pelo projeto e que apresentem o comprovante de vacinação para COVID-19 com, no mínimo, a primeira dose.

Últimas notícias de ROND�NIA